UEM e Movimento Espírita são homenageados na Câmara Municipal de BH

 

A União Espírita Mineira, na figura de seu Presidente Henrique Kemper, foi agraciada em reunião solene na noite do dia 25 de julho, na Câmara Municipal de Belo Horizonte (CMBH). A solenidade foi proposta pelo Vereador Flávio dos Santos (PTN) e visou reunir o Movimento Espírita da capital mineira em um clima de confraternização, homenagens e, principalmente, para trabalhar e fortalecer a união dos espíritas.

Na ocasião, Henrique Kemper recebeu o Diploma de Honra ao Mérito, e destacou que a honraria pertence a todos os espíritas de Minas Gerais, mas, em especial, ao querido Francisco Cândido Xavier. “Há duas pessoas que eu tenho que agradecer, hoje, por tudo o que realizei na minha encarnação e à frente da União Espírita Mineira: minha mãe e Chico Xavier. Ele é o verdadeiro homenageado esta noite, porque todo o trabalho de divulgação do Espiritismo e do Evangelho de Jesus no nosso estado e no Brasil se deve ao seu incomensurável amor e abnegação”, resumiu Kemper.

E foi justamente o médium mineiro que personificou as medalhas e diplomas entregues, durante a solenidade, a 160 trabalhadores de diversas Casas Espíritas da capital mineira. No total, Presidentes e Coordenadores de 32 Casas foram agraciados, além dos tarefeiros da Fraternidade Espírita Luz, Bondade e Verdade, localizada no bairro Saudade, região leste de BH, e fundada há mais de 10 anos por Flávio dos Santos.

É o caso de Waldemir Marins, coordenador da Fraternidade Espírita Rosa Branca (Ferb), localizada no bairro Esplanada, e que foi agraciado com a Medalha Chico Xavier. Para ele, foi uma grande oportunidade para troca de experiências e o entrosamento entre dirigentes. “Essa homenagem, além de trazer muita gratidão a todos nós, vem para fortalecer a união que deve sempre existir entre os semelhantes e, especialmente, os espíritas, assim como o dito: Amai-vos e instruí-vos”, ressaltou.

Opinião semelhante foi compartilhada pela Vice-Presidente da UEM e representante do Centro Espírita Luz, Amor e Caridade, Maria Luiza Toledo (Dona Cotinha). “Eu fico muito feliz de ver aqui, a casa do povo, receber-nos, também, os espíritas, e proporcionar reencontros, novas amizades e fortalecer a proposta da união do Movimento Espírita, tão importante e benéfica”, concluiu.

Mais de 550 pessoas estiveram presentes na reunião solene, que contou com a animação musical de Tim e Vanessa, além do músico Toninho – também homenageados.

 

MEDALHA CHICO XAVIER

De autoria do Vereador Flávio dos Santos, a comenda homenageou trabalhadores da seara espírita pela divulgação da Doutrina e do Evangelho, além de proporcionar uma confraternização amena com fins de união.

“Eu fico muito feliz em poder homenagear o Chico com essa singela honraria, e, também, a todo o Movimento Espírita através da União Espírita Mineira e dos confrades aqui presentes. Foi uma cerimônia para isso: lembrarmo-nos de que todos somos irmãos e que devemos trabalhar mais a nossa união, incentivando o trabalho na seara do Cristo e do Espiritismo, tão fundamental para nosso crescimento”, considerou o vereador.

Como forma de homenagem, também compuseram a mesa do plenário e foram agraciados: Marta Maria Xavier (sobrinha de Chico Xavier e Diretora de Assistência Social do Centro Espírita Luiz Gonzaga, de Pedro Leopoldo/MG); Célia Diniz (Presidente do Centro Espirita Luiz Gonzaga); Itamar Morato (Presidente da Aliança Municipal Espírita de Belo Horizonte - AMEBH); Ivete Borges (Psicóloga espírita e esposa do sr. Kemper); Eleuza Mizrahi Polakiewicz (Presidente do Hospital Espírita André Luiz - HEAL), e Rafael Lourenço (Fraternidade Espírita Luz, Bondade e Verdade).

 

Crédito das fotos: Bernardo Dias/CMBH
Veja a galeria completa CLICANDO AQUI